.

Cancer de mama - como diagnosticar

Dando continuidade a segunda parte deste tema que escrevemos sobre o cancer de mama, vamos agora conhecer as formas de diagnosticar.

A maior parte dos tumores é encontrado pelas próprias mulheres.
O auto-exame de mamas deve ser realizado regularmente por todas as mulheres a partir de 21 anos de idade.
O hábito de fazer o exame torna mais fácil notar qualquer modificação nas mamas em um curto.

É importante que o exame das mamas feito pela própria mulher faça parte das ações de educação para a saúde que contemplem o conhecimento do próprio corpo.

São várias as técnicas para a mulher realizar o auto-exame das mamas:
Antes do banho observe os seios diante do espelho. Com os dedos apalpe as mamas.          Procure caroços, alterações consistentes, secreções ou saliências.
Observe os seios primeiro com os braços caídos, depois coloque as mãos na cintura por ultimo com as mãos atrás da cabeça. Note na superfície se há depressão, saliência ou rugosidade.
Pressione os mamilos suavemente e verifique a saída de algum líquido. Observe também se há alteração no mamilo.
Este auto-exame da mama deve ser realizado regularmente. Caso note alguma alteração antes da menstruação, não se precipite e volte a repetir o exame depois da menstruação. Se a alteração persistir procure o seu médico. Esclareça com ele todas as dúvidas que tem sobre os seus seios e sobre o auto-exame.
Devem ser realizados outros exames periódicos, entre os quais a Mamografia
A mamografia é uma radiografia das mamas em várias incidências.

Não tenha qualquer receio em fazer uma mamografia. As doses de radiações que são usadas atualmente são muito pequenas e o exame anual não representa qualquer risco.

A mamografia é um exame insubstituível na prevenção do câncer de mama. Só a mamografia permite detectar alterações mínimas e revelar nódulos que não são perceptíveis à palpação.
A mamografia é um exame muito importante na prevenção do câncer de mama e, por isso, deve ser indicada com critério:  
Se o exame clínico for negativo raramente está indicada antes dos 40 anos, salvo se houver fatores de risco.
Dos 40 aos 50 anos, deve ser feita de 2 em 2 anos. A partir dos 50 poder-se-á manter de 2 em 2 anos ou passar a anual (caso se justifique). 
Só para esclarecimento de casos duvidosos, é necessário repetir a mamografia com intervalos inferiores há 1 ano.
Como a mamografia outras tecnologias aperfeiçoam-se, o câncer tem sido detectado antes mesmo de sua existência ser sentida ou suspeita

A maior parte dos nódulos não é câncer. Na maioria das vezes eles são cistos com fluidos no tecido do seio que aumentam e diminuem com o ciclo menstrual. Mas todo nódulo deve ser avaliado.
Em uma próxima matéria vamos escrever como tratar o cancer de mama. 

Compartilhar                                                                                         Home

Fontes: 

2 Deixe seu comentário:

Anônimo disse...

Olá, espero que possam me ajudar com uma dúvida, estou com uma mancha vermelha, dura e dolorida em um dos meus seios,comecou um dia antes da mastruacao a continua a tres dias depois que minha mestruacao acabou,vcs teriam ideia do que pode ser?

Ranulfo disse...

Oi anônimo, tudo bem?
Você pode abrir um dos links que uso para pesquisa, a titulo de informação.
Porém o mais importante e fundamental é você buscar um diagnóstico e orientação com um médico.
Volte mais vezes
Abç

Postar um comentário

Será um prazer receber comentários, para nós do Varimix, eles são muito importante.

Esclarecemos que, serão avaliados antes da publicação, sendo que comentários obscenos, difamatórios e que não tem relação com o Blog não serão publicados.
Os comentários não refletem a opinião do autor do artigo.

Participem, deixem seu recado.
Abraços!