.

Raízes profundas I


A s dificuldades que passamos na vida servem para amadurecermos. 

É comum ouvirmos histórias de pessoas que sofreram muito para superar os momentos difíceis. Tiveram que começar a trabalhar cedo, sem regalias e privilégios, sacrificaram-se muito para sobreviver, sendo tudo muito limitado e escasso.  

Por outro lado, vemos outras recebendo tudo do bom e melhor para si, protegidos das dificuldades e intempéries da vida, tendo tudo facilitado para alcançarem seus objetivos sem nenhum sacrifício e esforço.

Analisando essas duas situações podemos ter certeza que em um futuro próximo teremos duas realidades, sendo aqueles que passaram dificuldades e sofrimentos para desenvolverem-se, estarão mais maduros e seguros, dificilmente as dificuldades e crises que terão de passar serão suficientes para derrotá-los, e assim continuarão firmes e determinados na busca de seus ideais. 

Já aqueles que tiveram uma vida facilitada, cômoda  e sem problemas, não saberão lidar com as “tempestades e vendavais” que a vida colocara como prova e fatalmente sucumbirão diante da batalha e terão dificuldade para se levantar e seguir adiante.

Fica claro que o sacrifício para sobreviver e permanecer em pé, nos obriga a ir fundo em busca de alternativas, como a raiz de uma arvore que vai buscar nas profundezas da terra a água e os nutrientes necessários para sua sobrevivência, com suas raízes profundas beneficiar-se-ão nos períodos de intempéries.

Não devemos fugir, ou pedir para que nos livremos dos apuros, devemos sim pedir para que encontremos força e alternativas para superar os obstáculos.


Compartilhar                               Home

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Será um prazer receber comentários, para nós do Varimix, eles são muito importante.

Esclarecemos que, serão avaliados antes da publicação, sendo que comentários obscenos, difamatórios e que não tem relação com o Blog não serão publicados.
Os comentários não refletem a opinião do autor do artigo.

Participem, deixem seu recado.
Abraços!